Subscribe
RSS
Archive
January February March (4) April (2) May (1) June July August September October November December
January February March April May June July August September October November December

Fotos da semana

May 13, 2016  •  2 Comments

Olá pessoal,

Essa semana foi muito cheia, vários ensaios, RN, gestantes e dois "Smash-the-Cakes". Pensei em colocar aqui algumas fotos para dar uma idéia do que rolou por aqui...

Vou começar pelo mini-ensaio da Romane. Chamo de mini-ensaio porque na verdade eu a convidei para participar de um projeto pessoal meu, que ainda não posso contar, mas eu queria fazer uma única foto dela. Os pais da Romane são franceses e estão morando temporariamente no Brasil a trabalho. Ela já havia sido fotografada pela Amy McDaniel no workshop que eu traduzi. Quando liguei para a mãe para fazer o convite ela parecia feliz, mas muito apreensiva ao mesmo tempo, porque a Romane teve que fazer uma pequena cirurgia para soltar o freio da língua e estava passando por um processo bastante difícil de reeducação para aprender a mamar!

Mas mesmo assim ela veio no domingo de manhã e a Romane, que parece uma bonequinha de porcelana cor-de-rosa com cabelos loiros, se comportou como um anjo. A foto abaixo foi uma das que fiz especialmente para dar para a mamãe como recompensa.

 

Aproveitei que veio a família toda e fiz também uma foto para presenteá-los, que a mamãe nem queria fazer porque estava com cara cansada e não tinha se arrumado. Mas todos queriam, no final ela topou e esse foi o resultado:

Nessa semana quando ela recebeu as fotos me mandou imediatamente uma mensagem pelo whatsapp que me emocionou! Porque ela fala justamente que esta foto da família será guardada como uma recordação do período em que viveram aqui.

Bem, como a mensagem está em francês vou colocar aqui a tradução:
"Muito obrigada Simone, as fotos compartilhadas são realmente incríveis! Nós ficamos extremamente tocados com o seu convite para a Romane posar para o seu projeto, e ainda mais quando vimos o resultado de um trabalho extraordinário! Você é como uma 'mágica' porque nós vemos bem os pequenos detalhes que você aperfeiçoa sem compreendermos como você o faz! Mesmo eu, que naquela manhã estava exausta, tenho um ar descansado na foto. Todas as fotos são magníficas e as que você fez de nossa família ficará como uma lembrança extraordinária! Que talento! Bravo e obrigada! Nós te desejamos sorte neste projeto que tenho certeza será um verdadeiro sucesso! Obrigada. Obrigada. Obrigada.

Não estou colocando isso aqui só para me exibir, não! Quero apenas compartilhar com vocês o verdadeiro motivo de ficar tão feliz com cada trabalho realizado. Este tipo de agradecimento me emociona e me faz ter a certeza de que eu estou fazendo o que nasci para fazer!

Mudando de assunto, tivemos duas sessões deliciosas, daquelas bem agitadas com brincadeiras e bebês lambuzadas no final... A primeira foi com a Elena, que mergulhou inteira no bolo, bateu palmas e sujou o cenário todinho! Por sorte era uma externa...

E a outra foi a sessão da Nicole, no estúdio, que também curtiu bastante, principalmente a hora do banho...

E teve também Gabriela, um anjinho, super quietinha e dorminhoca, além de muito linda!

Bom, teve mais gente mas não consigo colocar todo mundo aqui... vou deixar alguns para a semana que vem. Espero que vocês tenham curtido esse monte de bebês lindos, para começar bem o final de semana!

 

Beijos e até mais

 


Como a Anne Geddes veio parar no meu estúdio

April 10, 2016  •  Leave a Comment

Olá pessoal,

 

Já faz muito tempo que eu queria colocar esse post aqui, para satisfazer a curiosidade de muitas pessoas sobre como a Anne Geddes veio parar no meu estúdio e como foi essa experiência para mim. Mas, antes tarde do que nunca, certo?

www.thealbumcafe.com

Em primeiro lugar eu quero falar um pouco sobre esta pessoa, Anne Geddes.  Assim, pessoa, e não fotógrafa. Porque acho que a fama e reconhecimento das imagens dela já falam o suficiente sobre a fotógrafa. E é claro que eu sempre admirei suas imagens, como praticamente todo mundo que eu conheço e que não conheço também. Fiz o "Livrinho do Bebê" para a minha filha com imagens dela, comprei calendários, cartões postais, livros... Nunca a copiei, pelo menos não intencionalmente, mas é claro que todas essas imagens ficaram gravadas em minha mente como parte do meu repertório cultural, e quando comecei a fotografar bebês essa inspiração apareceu e naturalmente transparece no meu trabalho.

Mas acima de tudo isso admiro a pessoa que ela é, a maneira como desde o início da sua carreira se dispôs a usar de sua fama, renome e recursos financeiros para ajudar as crianças e gestantes em todo o mundo. Ela expressa sua paixão pelas crianças não somente com palavras e imagens, mas com ações concretas, assertivas, objetivas. Desde o início de seu sucesso, no começo dos anos 90, criou um fundo filantrópico com seu nome e desde então já arrecadou mais de US$ 5,7 milhões usados para ajudar a prevenir o abuso infantil em todo o mundo. Já no final dos anos 90 fundeou um programa de treinamento médico para reconhecimento e tratamento de crianças abusadas em hospitais da Austrália, Nova Zelândia e Estados Unidos. Em 2012 Anne anunciou sua parceria com a Organização das Nações Unidas pelo programa Every Woman Every Child e em 2014 foi nomeada embaixadora global da ONU para a campanha de vacinações shot@ life. Ufa!!!!

Mas ainda não acabou... em 2013 fotografou 15 jovens e crianças sobreviventes da meningite meningocócica em conjunto com a campanha para a vacinação da meningite na época da Novartis, depois adquirida pela GSK. São imagens lindas e tocantes, que correram o mundo em exposições e pela internet através de um e-book disponibilizado pela Apple no iTunes. Você pode conhecer as imagens neste link: http://protectingourtomorrows.tumblr.com

Falei tudo isso para tentar explicar a felicidade que senti quando no meio do ano passado fui procurada pela agência da GSK que queria me contratar para fazer as imagens e ser a representante brasileira da campanha por aqui. Quase caí da cadeira de felicidade e obviamente aceitei de primeira. O trabalho assistencial, social, voluntário sempre fez parte da minha vida e do Jaiel, e eu vinha mesmo buscando uma maneira de unir minha arte a algum projeto que pudesse fazer diferença na vida das pessoas (e esses projetos ainda estão rolando, mas falo sobre isso em outro post). Eles explicaram qual seria meu papel na campanha, que eu faria o ensaio dos atletas paralímpicos brasileiros sobreviventes da meningite e também os ensaios das crianças vencedoras de  e falaram que a Anne Geddes viria pessoalmente para a exposição das minhas fotos em um evento promovido pela GSK. De lá para cá as coisas mudaram muitas vezes, e menos de uma semana antes da data marcada para o ensaio dos atletas falaram que ela viria até o meu estúdio para acompanhar o ensaio pessoalmente. Não consigo nem explicar o que senti! Mas uma coisa é certa, fiquei muuuito feliz.

E foi nesse clima de felicidade, satisfação e realização pessoal, não só meu, mas de todo mundo envolvido, que o ensaio aconteceu... e foi maravilhoso, mágico!
Os atletas são pessoas incríveis, um astral maravilhoso, vitoriosos na vida em todos os sentidos. Fiz um vídeo curtinho para tentar mostrar um pouquinho dessa experiência para vocês... Você pode dar uma olhadinha no vídeo clicando nesse link: Making-of do ensaio

E o resultado das fotos vocês podem ver na sessão de portfolio aqui no meu site mesmo... eu amei o resultado, e sei que os atletas também ficaram muito felizes, e isso é o que importa, né...    Aqui o link para ver as fotos do ensaio:  Fotos da Campanha

E além de toda essa gente linda, alto astral, energia boa, ainda pude contar com pessoas muito queridas, que sempre embarcam com tudo nas minhas viagens e me possibilitam realmente conseguir o que eu quero: a Ana Paula, a Monica (Kika), a amigona Carla Durante, a Paty maquiadora, e claro, sempre, o Jaiel! Nas fotos aí em baixo dá pra ver só um pouquinho, o carinho e a expectativa delas, arrumando as fitinhas, segurando rebatedor, torcendo, vibrando, dando idéias legais... Nada é pouco demais quando a gente gosta de trabalhar em equipe, e eu adoro!

www.thealbumcafe.com

Essa foto aqui de baixo é um ótimo exemplo disso... criação coletiva! A câmera estava na minha, então tecnicamente a foto é minha... mas só quem tava junto consegue entender... a Carlinha segurou a bola na frente da Ivanilde e falou, seria legal pegar o relexo da bola no olho dela, né? E eu vamos fazer! O Jay mudou a luz, buscou lanterna, cada um foi palpitando um pouquinho e quando consegui o clique perfeito quase explodimos de felicidade!

É por isso que amo o que faço!!!

 

E agora o mais importante, a campanha em si: a doença meningocócica causada pela bactéria Meningococo pode ser uma meningite, uma infecção espalhada no sangue, ou as duas coisas juntas. Os sintomas iniciais são muito parecidos com o de uma gripe forte, ou uma virose qualquer, e esse é o principal problema. Porque essa bactéria agem muito rápido e é preciso combatê-la de imediato. Quando sintomas mais específicos, como pintas vermelhas pelo corpo e rigidez na nuca aparecem já pode ser tarde demais para evitar as sequelas, que podem ser terríveis, ou até a morte. Por isso nenhum cuidado é excessivo, e as pessoas têm que saber que se seu filho tiver mal-estar súbito, febre alta, calafrios, prostração, dor de cabeça intensa, náuseas, vômitos manchas vermelhas na pele (petéquias) e rigidez na nuca, tem que correr para o hospital para que os médicos façam o exame ou iniciem o tratamento imediatamente. Neste link você pode aprender um pouquinho mais sobre isso: Sobre a Meningite

Mas principalmente, acima de tudo, as pessoas têm que saber que esta doença pode ser evitada em até 80% dos casos com a aplicação de duas vacinas: a conjugada C ou a quadrivalente ACWY e a meningite B. E como o meningococo é uma bactéria que pode estar presente no sistema respiratório sem causar nenhum mal a uma pessoa saudável, ao se vacinar além de se proteger você também protege os outros, pois deixa de ter a possibilidade de ser um portador sadio, que poderia transmitir a doença sem saber, e sem nem ficar doente. Converse com seu médico sobre a vacina, e nos ajude a espalhar o assunto.

E finalmente, porque o post já está bem comprido, a GSK está promovendo o concurso Meu Futuro Campeão, cujo prêmio serão dois ensaios comigo para duas crianças de até 11 anos, e mais dois iPads. Então, se você tem crianças em casa basta postar uma foto delas em alguma situação relacionada a esportes no Instagram ou Twitter com a hashtag #meufuturocampeao que você já estará concorrendo. Dá uma olhadinha no site, através desse link aqui: Concurso meu Futuro Campeão

E boa sorte!!!

Beijos e boa semana para todos

 

 

 

 

 

 

 

 


Porquê eu amo fotografia - parte 2

April 01, 2016  •  Leave a Comment

Olá amigos,

Demorei mais do que eu gostaria para conseguir voltar para esse nosso cantinho, a semana foi cheia, com os preparativos do novo estúdio, mudança, etc. Mas esse assunto fica para um próximo post... Hoje quero acabar de falar sobre a minha paixão pela fotografia.

Como eu já falei na semana passada, a fotografia me permite sentir novamente emoções e sentimentos, reviver os momentos, matar as saudades das pessoas que já foram, dos filhos que já cresceram, eternizar a imagem de rostos que nunca mais veremos, enfim, construir a memória da nossa vida.

Minha famíliaEstas são as pessoas que mais amo no mundo! Como nas imagens do quadro ai de cima, que são apenas uns pouquíssimos exemplos de situações e momentos que eu vivi com as pessoas que eu mais amo nesse mundo, meus quatro filhos, meu marido, meus pais, irmãos e sobrinhos, e que fico muito feliz por estarem eternizadas, seja em papel ou na tela de um celular. Porque cada uma delas fala diretamente ao meu coração, me emociona cada vez que eu olho para elas, me faz relembrar cada detalhe da situação em que foram tiradas.
 

Ou como o quadro ai de baixo, que sintetiza as minhas grandes e verdadeiras paixões, viajar com as pessoas que eu amo, conhecer lugares novos, aprender sua história, observar sua arte e arquitetura, cultivar as amizades que são tão importantes na minha vida, investir tempo, amor e energia para manter as pessoas importantes perto de mim, se não para sempre, pelo menos pelo maior tempo possível!

 

E é por isso que eu amo a fotografia, através dela eu posso estar hoje aqui, olhando todas essas imagens e abrindo meu coração para tantas pessoas que chegaram até mim através dela, seja como clientes que já estiveram na frente da minha câmera, fotógrafos e alunos que já dividiram experiências comigo em uma sala de aula, teatro ou na frente do computador, ou simplesmente amantes da fotografia que gostam de olhar as imagens que publico. Do seu jeito, cada uma delas tem a sua importância nesse ponto da minha vida, e agradeço a todas por estarem aguentando firme comigo!!!

Acho que sempre fui apaixonada por fotografia, desde muito novinha, mas foi aos 15 anos de idade que fiz meu primeiro curso e decidi que queria ser fotógrafa. A vida deu muitas voltas e demorei para chegar a esse objetivo, mas cheguei e isso é o que importa. Aí embaixo tem uma foto minha dessa época, que era um trabalho para o curso, em que eu tinha que fazer um auto-retrato. Quando mostrei para a minha filha de 20  anos ela ficou impressionada com a foto e perguntou: como você conseguiu fazer isto? Achei que ela se referia à qualidade da foto, a luz, o foco, qualquer coisa assim, mas não, ela queria saber como eu tinha clicado. Expliquei que coloquei a câmera em cima de uma cadeira, liguei o "timer" e sai correndo para o lugar marcado, e ela exclamou: Nossa, naquela época já existia "timer"!!!! Aí me dei conta de quanto pareço antiga para a moçada jovem que vem por aí...
Mas tudo bem, posso até parecer muito antiga mas sei que não sou, estou cheia de idéias e energia para realizar projetos novos e lindos. O que eu tenho é bagagem, repertório, anos e anos de histórias, experiências e aprendizado para conseguir obter o resultado que espero da minha arte hoje. Como a foto da bebê aí de baixo, que fiz naquela época da minha primeira sobrinha que hoje já está com quase 35 anos, e foi o primeiro ensaio de bebê que eu fiz. Câmera com foco manual, luz natural, eu mesma revelei o filme e fiz a ampliação no laboratório. Olhando para essa foto hoje não posso deixar de pensar que a sementinha já estava plantada desde lá atrás... não veio do nada essa paixão por fotografar bebês!

Enfim, eu amo fotografar porque posso, através do meu olhar e da minha técnica, criar imagens bonitas e emocionantes que serão tesouros para as pessoas envolvidas, e assim deixar uma marca positiva na vida das pessoas que cruzam o meu caminho.

Beijos e bom final de semana para todos!
 


Porquê eu amo fotografia

March 25, 2016  •  Leave a Comment

Olá amigos,

Andei um pouco sumida daqui porque estava viajando para um congresso de fotografia onde palestrei na segunda-feira. Minha palestra foi sobre fotografia de bebês no primeiro ano de vida e teve uma prática ao vivo com 3 bebês no palco. Tudo isso foi muito bacana, mas o que realmente mexeu comigo foi a primeira parte da palestra, em que me apresentei e contei um pouco da minha história, personalidade e gostos pessoais, ilustrada por algumas imagens do meu acervo pessoal. Tudo isso para contar porquê eu fotografo e porquê meus clientes valorizam a minha fotografia. E a resposta é o que quero compartilhar com vocês agora, e é tão simples... Eu amo o que a fotografia representa na minha vida porque ela me permite sentir novamente as emoções e sentimentos, reviver os momentos, matar as saudades das pessoas que já foram, eternizar a imagem de rostos que nunca mais veremos, enfim, construir a memória da nossa vida e da vida dos nossos filhos.

A preparação para essa palestra envolveu uma busca por fotografias antigas em caixas de mudança abarrotadas, álbuns e mais álbuns, e HDs lotados. Obviamente demorei muito mais tempo do que imaginava, pois parava para olhar quase todas as fotos, mostrava para os meus filhos e marido, fotografava com o celular para mandar para a minha irmã e sobrinha, ria e chorava como uma tonta... E isso foi só a pontinha do iceberg porque ainda sobraram montanhas de fotos para olhar, organizar, digitalizar e imprimir. Sim, imprimir! Porque tive a constatação de uma certeza que já me perseguia há algum tempo: minhas filhas mais novas ficavam olhando os mais velhos na mesa do jantar passando fotos e albuns de mão em mão, comentando, contando histórias, dando risada... e esperavam ansiosas aparecer alguma foto delas... Já no fim da noite se deram conta que isso não iria acontecer porque quando elas nasceram eu comprei uma câmera digital e parei de imprimir as fotos da família. As fotos delas estão guardadas em HDs, organizadas em ordem cronológica, renomeadas, com duas ou 3 cópias de segurança em HDs diferentes, tudo certinho, mas não tenho nenhuma cópia impressa delas. E a Alê perguntou: mãe, nós nunca vamos ter um momento como esse, né... na mesa do jantar vendo nossas fotos antigas e relembrando as histórias... Então decidi, o projeto do ano será montar fotolivros da família!

E gostei tanto desse processo que resolvi compartilhar um pouquinho aqui com vocês também:

Minha infânciaMinha infância

Esta criança gorducha e feliz da foto sou eu, com minha irmã e meu irmão mais velhos. Eu não me lembro de ter olhado no espelho e visto essa carinha um dia, nem da carinha da minha irmã (se bem que no caso dela é mais fácil porque a carinha continua a mesma!) e por isso agradeço a minha mãe por ter contratado um fotógrafo para ir na nossa casa 4 ou 5 vezes por ano fazer esses registros que hoje valem ouro para mim!

Essa foto colorida em que já estava maiorzinha é o retrato das férias perfeitas na minha infância, com tudo que eu mais amava: na praia (da nossa casa de Mongaguá), lendo historinhas e na companhia da minha cachorrinha querida Biju. Aliás, a paixão por cachorros me acompanhou a vida toda e nunca consegui viver sem um. Meu bebezão atualmente é o Boots, um Sheepdog muito carinhoso e estabanado que pensa que é um shitzu. E duas coisinhas pequeninas, a Mei e a Kitty, que são shitzus de verdade mas também não sabem disso.

Meus cachorrosMeus cachorros

Além desses amados que trato como filhos, tem os que já foram mas ficaram para sempre no meu coração! Foram muitos e não daria para falar de todos aqui, mas os São Bernardos Bobby, Pepe e Maggie que foram a conquista de um sonho de infância tanto meu como do Jaiel não podiam deixar de aparecer aqui, e a minha negrinha preta Tina, que tinha esse olhar mais doce do mundo, por quem eu fui e ainda sou apaixonada e que me ensinou exatamente o que é o amor de verdade por um animal e o quanto eu sou capaz fazer por esse amor.

Meus cachorrosMeus cachorros que já foram,,, Ainda tenho tanta coisa para mostrar e contar para vocês... Mas o post já está ficando comprido demais então vou parar por aqui e volto na semana que vem com "as cenas do próximo capítulo"...   brincadeirinha...
 

Espero que vocês estejam curtindo e que coelhinho da páscoa venha bem gorducho para vocês, cheios de alegria, felicidade e chocolates também!

Beijos e boa páscoa!

 


Domingão no estúdio

March 14, 2016  •  1 Comment

Olá pessoal,

Eu não fui na manifestação de ontem porque trabalhei o domingo inteirinho… E ao contrário do que algumas pessoas podem pensar, eu fiquei muito feliz com isso!
Primeiro porque tinha 7 clientes que gostam e valorizam meu trabalho e estavam dispostos a vir até o Alphaville fazer uma mini-sessão comigo. Depois porque eu não conseguia me conter de felicidade cada vez que fazia uma foto linda… e fiz muuuuuitas, muitas mesmo!
Ah… e tenho que dizer, como sou sortuda! Ao todo foram 8 bebês até ontem, um mais lindo que o outro! Só crianças lindas e felizes, de famílias iluminadas. Assim, tudo fica mais fácil, né?

Não quero parecer batida demais, mas eu realmente amo o que faço e agradeço a Deus por me dar a força de vontade e a saúde para conseguir trabalhar com o que eu amo.

Agora vamos contar um pouquinho das sessões de ontem. 

O dia começou delicioso com o Enzo, que já estava sentando sozinho todo firme, e com aqueles olhões lindos!

www.thealbumcafe.com

Os mais novinhos como o Pedro e a Lara, que ainda não sentam sozinhos precisaram de um suporte extra.
Para o Pedro preparamos o balde de plástico com ele enrolado em um cobertor, que sempre quebra um galhão e eles adoram, porque ficam em pé!

Pedro no balde

Para a Lara uma almofada de amamentação que ficou escondidinha por baixo do tutu já foi suficiente para que ela não tombasse para os lados. E ficar de bruços nessa fase é sucesso garantido… mas tem que ser muito rápida no gatilho!

Lara com apoio e de bruços.

 

O Bruno veio todo combinante com o cenário, aliás a família toda estava combinando! Ficou sensacional.

Bruno combinante

 

E a Maitê e o Rodrigo, que já são mais velhinhos, se divertiram muito, com chuva de balas e até guerra de coelhos...

Maitê e Rodrigo se divertindo muito

Enfim, as mini-sessões são legais porque dão uma levantada no movimento do estúdio e servem para várias idades diferente, desde os pequeninos de 3 meses até crianças mais velhas. 

Agora, que ninguém se iluda, dá muito trabalho! Fazer com que os bebês se soltem e entrem no clima em um espaço tão curto de tempo é difícil, clicar vários bebês no mesmo dia se torna esgotante, e depois tem que selecionar e entregar muito rápido, em tempo das mamães usarem as fotos para a páscoa. Mas eu tenho muita ajuda, a Ana Paula e a Kika, que sem elas não seria possível fazer tudo isso em tempo, e olhando os resultados, tenho certeza que vale a pena!

Amanhã tem mais sessões e eu volto para mostrar um pouquinho das de de hoje. 

Ah…  vou ter que falar em outros lugares também, mas já vou avisando por aqui que não vou mais conseguir fazer transmissões no Periscope.Comecei a usar os vídeos ao vivo no Facebook e assim acho mais prático, porque fica tudo num lugar só. Então, até amanhã com mais vídeos no face.

 

Beijos a todos